Liberdade para Nascer

Dia 20 de Setembro, às 21h30, no Porto. A não perder!

LIBERDADE PARA NASCER (Freedom for Birth), Toni Harman, 2012, 60′

Um documentário de Alto Films para One World Birth
em inglês, com legendas em português
Este filme incita a uma profunda reflexão e reforma dos sistemas de maternidade no mundo, por forma a que sejam garantidos os direitos humanos mais fundamentais, que são o acesso à informação e à liberdade de escolha.
Retrata a história da obstetra/parteira húngara Ágnes Geréb, que é presa por ajudar mulheres a dar à luz onde estas se sentem mais seguras e confortáveis, e de Anna Ternovsky, uma mãe que leva o estado húngaro ao tribunal europeu dos direitos humanos e ganha um caso histórico que poderá ter mudado o mundo!
No documentário são entrevistados mais de 40 dos principais especialistas mundiais na área da obstetricia, entre eles: Ina May Gaskin, Sheila Kitzinger, Sarah Buckley, Mickey Mongan, Robbie Davis-Floyd e Michel Odent.
Seguir-se-á um debate com obstetras, parteiras, doulas, mães, pais para reflectir sobre a realidade portuguesa relativamente aos direitos humanos e o nascimento.
“Liberdade para Nascer” é mais do que um filme. Marca o início de um movimento que focará a sua atenção na violação dos direitos das mulheres durante o nascimento em todo o mundo. Às mulheres tem sido negado o mais básico direito humano de autonomia sobre os seus proprios corpos. Não podem escolher onde e como querem que seja o nascimento dos seus filhos. A muitas tem sido negado o desejo de um parto normal fisiológico, quer seja por coerção, falta de informação ou ameaças de verem os seus filhos levados pela protecção de menores. Em muitos paises, se a mulher quer um parto em casa assistido por uma parteira, essas parteiras podem ser perseguidas criminalmente. Este filme clama por uma reforma urgente nos sistemas de saúde maternos mundiais por forma a que a violação dos Direitos Humanos pare e que a mulher possa ter uma escolha informada e real sobre como e onde dar à luz. Este filme terá uma estreia mundial estando previstas 1000 projecções em mais de 50 países no dia 20 de Setembro.
“Na minha visão de um melhor caminho para o nascimento, as mulheres grávidas sem complicações sérias – 80 a 90 por cento das grávidas – poderiam escolher entre dar à luz num centro de nascimento fora do hospital ou em casa. Para estas mulheres de baixo risco dar à luz num hospital não seria opção pois representa um exaurir desnecessário da economia e, mais importante, porque essa opção representa um sério risco para a mulher e para o bebé.” Marsden Wagner, cientista, antigo Director da Saude das Mulheres e Crianças na Organização Mundial de Saúde

Bilhetes: 3,5 euros

Cinema Passos Manuel
Rua de Passos Manuel nº 137 (ao Coliseu), Porto
222 058 351

Mais informação: limarta@gmail.com (Marta Lima, Humpar – Associação Portuguesa pela Humanização do Parto)

Site oficial do filme: http://www.freedomforbirth.
Também em:
Coimbra, às 19h, no Bem-me-Quero
https://www.facebook.com/events/119130028229842
Funchal, 20h30, Espaço 116
https://www.facebook.com/events/394981803882290
Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: