Entrevista para as Mães D’Água

© Hugo Lima | www.hugolima.com | www.facebook.com/hugolimaphotography

Foto: Hugo Lima_www.hugolima.com _ www.facebook.com/hugolimaphotography

As Mães D’Água são um movimento cívico movido pela paixão pelo parto na água. O grupo foi criado em Junho de 2014 e trabalha desde então em três missões: inspirar e empoderar a mulher; promover o parto natural/na água; criar mudança efectiva no SNS português trazendo de volta o parto na água aos hospitais públicos.

Juntei-me como colaboradora a este movimento quase desde o início da sua formação, na altura em que se ameaçava o término do parto na água no Hospital de Setúbal. Nesta entrevista partilho um pouco do que penso sobre o estado da arte no atendimento à mulher no periodo perinatal em Portugal, sobre o trabalho como doula, sobre o hipnonascimento e a hipnoterapia aplicada à transformação de partos traumáticos e perdas gestacionais. Podes ler a entrevista Aqui

Anúncios

Hipnose e Nascimento? Perguntas e Respostas Frequentes


O que é o HipnoNascimento?

O HipnoNascimento é uma filosofia de nascimento centrado na educação dos pais para um nascimento tranquilo e sem medo. Nas aulas de HipnoNascimento vai aprender técnicas de relaxamento profundo, visualização e auto-hipnose desenhadas para que possa vivenciar um nascimento mais confortável para si e para o seu bebé.

Em que é que o HipnoNascimento difere de outras aulas?

Ao contrário de aulas que ensinam como aguentar e dominar a dor, e ao contrário de técnicas de hipnose que ajudam a aliviar a dor, o HipnoNascimento baseia-se na premissa de que o parto não tem que necessariamente ser doloroso se a mulher se sentir segura e se encontrar relaxada. Quando a mulher compreende que a dor é causada por hormonas constritoras, causadas pelo medo, pode aprender a libertar-se dos seus medos e assim criar endorfinas – as hormonas do bem-estar. Pode então alterar a sua imagem de nascimentos longos e dolorosos e substitui-la por uma imagem de nascimento confortável. Em vez de respirações desgastantes e superficiais e de técnicas de distracção típicas de programas comuns de preparação para o parto, no HipnoNascimento os pais aprendem respirações profundas abdominais e a relaxar totalmente, possibilitando à mãe trabalhar em harmonia com o seu corpo e o seu bebé. Deste modo consegue um nascimento mais confortável e curto para si e para o seu bebé.

De que forma é que o pai (ou outro acompanhante à escolha da mãe) é envolvido no processo?

O companheiro de nascimento é uma parte integral da experiência com o HipnoNascimento. Ele ou ela praticam com a mãe na sua preparação para um relaxamento profundo. Durante o nascimento o companheiro guia a mãe através de sugestões hipnóticas, técnicas de relaxamento, métodos de aprofundamento do relaxamento, visualizações, providencia medidas de conforto, sendo muitas vezes ele quem recebe o bebé assim que este surge.

Vou estar inconsciente ou vou lembrar-me do nascimento?

Apesar de ideias e informações incorrectas, definitivamente a mãe não se encontra inconsciente durante a auto-hipnose. A mãe de Hipnonascimento está profundamente relaxada mas é também uma participante activa no processo de nascimento. Embora totalmente relaxada, ela está totalmente consciente e pode regressar a um estado mental activo ou movimentar-se quando o queira fazer. As mães de HipnoNascimento frequentemente experienciam uma distorção do tempo e não se distraem com outras pessoas à sua volta, estando totalmente focadas no bebé e no seu nascimento.

O HipnoNascimento é útil para mim se eu não optar por um parto natural ou se as circunstâncias necessitarem de intervenção médica ou parto cirúrgico?

Absolutamente. O que vai aprender nas aulas de HipnoNascimento vai ajudá-la a desenvolver habilidades de relaxamento que vão ser úteis para si e para o bebé, independentemente da experiência do parto. Na eventualidade da intervenção médica ser necessária, vai sentir-se mais capaz de se manter calma e em controlo. Mães que necessitaram de cesareanas por razões médicas reportaram que se encontravam totalmente relaxadas antes, durante e após o procedimento. Muitas afirmam ter precisado de muito pouca medicação após o parto e conseguiram retornar ao seu normal funcionamento num curto período de tempo.

É verdade que vou ter um parto sem dor com o HipnoNascimento?

O HipnoNascimento não promete um nascimento sem dor, embora muitas mães de HipnoNascimento afirmem terem tido sensações cuja intensidade era facilmente aceite. Quando a causa da dor – medo/tensão que constringe os musculos – é eliminada o nascimento pode decorrer num periodo mais curto e muito mais confortavelmente. Um corpo relaxado vai produzir mais endorfinas, os próprios relaxantes naturais da mãe. As mães podem experienciar sensações de endurecimento ou pressão mas a maior parte descreve a sua experiência como o estar a trabalhar com o seu corpo através dessas sensações e dessa forma evitar a dor que frequentemente se associa ao nascimento.

E se o meu médico/parteira/doula não estão familiarizados com o HipnoNascimento? Posso ainda assim usar este método e como podem os profissionais ajudar-me a alcançar os objectivos?

Se o seu profissional de saúde não conhece o HipnoNascimento tire um tempo durante a gestação para falarem sobre as técnicas que vai utilizar e o tipo de ambiente calmo de nascimento que vai desejar. Nas aulas vai aprender a fazer um Plano de Preferências de Nascimento, que o ajudará a comunicar os seus objectivos e as suas preferências ao seu médico ou parteira. E poderei também encontrar-me com o seu medico/parteira para lhe providenciar informação.


Programa do curso Hipnonascimento

em construção…